quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Eclesiastes 3, versos 1 ao 22.

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.

Que proveito tem o trabalhador naquilo em que trabalha?

Tenho visto o trabalho que Deus deu aos filhos dos homens, para com ele os exercitar.

Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim.

Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida;

E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus.

Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.

O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou.

Vi mais debaixo do sol que no lugar do juízo havia impiedade, e no lugar da justiça havia iniqüidade.

Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra.

Disse eu no meu coração, quanto a condição dos filhos dos homens, que Deus os provaria, para que assim pudessem ver que são em si mesmos como os animais.

Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade.

Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.

Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra?

Assim que tenho visto que não há coisa melhor do que alegrar-se o homem nas suas obras, porque essa é a sua porção; pois quem o fará voltar para ver o que será depois dele?


http://www.bibliaonline.com.br

Salmo 23, versos 1 a 6.

A felicidade de termos o Senhor como nosso pastor
Salmo de Davi

1-O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará.
2-Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente às águas tranquilas;
3-Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome,
4-Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte não temeria mal algum, porque tu estás comigo, a tua vara e o teu cajado me consolam;
5-Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda;
6-Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias de minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.
"Tudo posso naquele que me fortalece" Filipenses 4: 13.

Mateus 5, versos 1 a 16.

Sermão da Montanha,
As bem aventuranças

E JESUS, vendo a multidão, subiu a um monte e assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;
2 – E, abrindo a sua boca, os ensinava dizendo;
3 – Bem aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
4 – Bem aventurados os que choram porque eles serão consolados;
5 – Bem aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
6 - Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
7 – Bem aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
8 – Bem aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
9 – Bem aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
10 – Bem aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
11 – Bem aventurados sois vós quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
12 – Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguirão os profetas que foram antes de vós.
13 - Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens
14 - Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
15 - Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
16 - Assim resplandeça vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso pai que está nos céus.

Salmo 125, versos 1 a 4.

Os que confiam no Senhor são como o monte de Sião,
que não se abala, mas permanece para sempre.
Assim como estão os montes à roda de Jerusalém, assim o Senhor está em volta do seu povo desde agora e para sempre.
Porque o cetro da impiedade não permanecerá sobre a sorte dos justos, para que os justos não estenda as suas mãos para a iniqüidade.
Faze bem, ò Senhor, aos bons e aos que são retos de coração.
Sl.125 vs.1 a 4.

Não tem como ser diferente esse é de verdade, um tempo de reflexão, de saudade, e de emoção.





























Que Deus traga muitas bênçãos dos céus para todas as nossas famílias desde agora e para sempre.
Amém!
















segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

É bom termos certeza que cumprimos o dever, bom também é nos encher de fé e esperança em nosso Deus e em nosso Jesus. Alelua!










Momentos de felicidade com nossa família, espero muitas bênçãos de Deus para compensar as saudades de Alderí, meu primeiro e único amor. Vivemos 35 anos de uma união que constituiu uma família amada e feliz .

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ ANIVERSÁRIO DE JESUS A TODOS E A TODAS!



Que este clima de alegrias, emoções, reflexões, tolerâncias, complacências, beijos fraternos e abraços, renasça todos os dias em nossos corações e se multipliquem a todo momento. Esses são sentimentos bons que nos fazem felizes e fazem felizes nossos semelhantes. Que neste momento de celebração a gente não esqueça de convidar Jesus como o verdadeiro aniversariante e príncipe da festa.

Um feliz aniversário de Jesus a todos e a todas!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A Biblioteca Otávio Garcia convida:


Vamos refletir? Salmo 125, vs. 1 a 4.

1 - Os que confiam no Senhor são como o monte de Sião,
que não se abala, mas permanece para sempre.


2 - Assim como estão os montes à roda de Jerusalém, assim o Senhor está em volta do seu povo desde agora e para sempre.


3 - Porque o cetro da impiedade não permanecerá sobre a sorte dos justos, para que os justos não estenda as suas mãos para a iniqüidade.


4 - Faze bem, ò Senhor, aos bons e aos que são retos de coração.
Sl.125 vs.1 a 4.

Os votos de Feliz natal e feliz ano novo do IDE para vocês.


domingo, 19 de dezembro de 2010

Poema de Jania Souza, poetisa potiguar.


O Aniversário do Sagrado Menino Jesus

Jania Souza

Sorrisos fartos, abraços solidários
Brilho de luzes multicores
No túnel que são as ruas da vida.
As fachadas dos prédios, das casas, dos bares
Sussurram cantigas em baladas de sinos.
Olhos brilham na sinfonia universal
São anjos sempre invisíveis
Ou disfarçados de homens, mulheres, crianças
Inspirados na emoção maior da fraternidade.
O ar com seu jeito mágico de Natal
Flui o nome maior da cristandade
E revela que há possibilidade na terra
Para o amor e a paz.
Portas abrem-se à luz!
Em seu humilde berço
O sagrado MeninoEstende seus braços
E colhe as dores debulhadas nas estradas.
Transforma com seu toque terno
As lágrimas de mágoas
Em sementes de esperança
Abençoadas com as pétalas do amanhã.
O parabéns repete-se constante, firme,
Na voz de anjos de qualquer origem
Com a certeza da durabilidade
Do amor extraído do Ser precioso
Que é o Sagrado Menino.

Compartilhando momentos de relançamento de Viagem ao céu... que foi comigo à Mossoró. Foi uma noite inesquecivel, vamos ver registros?






















sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Fátima Bugarí, poetisa de São Miguel X Cel João Pessoa/RN.



Versos vividos

Na serra eu nasci
Perdida na imensidão das colinas
Subindo e descendo os morros
Aprendi a caminhar...
E dos penhascos das montanhas
Saí em busca do mar...

Antes de encontrar o mar
Me encontrei com a floresta
Lá no verde maranhense
Eu vivi a respirar
O ar puro das palmeiras
E de lá meu coração
Nunca mais esquecerá

Querendo encontrar o mar
Me deparei com a cidade
Um lugar que de início
Não me foi hospitaleiro
E tive que suportar
A falta do meu lugar

Até encontrar o mar
Andei por muitas cidades
Mas nunca eu esqueci
As montanhas e a floresta
E elas me acompanharam
Até eu chegar no mar

Um dia enfim cheguei
Numa cidade do mar
Mas a vida do lugar
Não tinha o sabor do mar
E eu fiquei sem saber
Por que procurei o mar?

Muitos anos eu passei
Conversando com o mar
E fui me acostumando
Com a vida do lugar
E devagar aprendi
O que o mar me ensinou

Hoje eu já descobri
Que amo muito o mar
Pras montanhas e floresta
Já não quero mais voltar
E vivo a plantar aqui
Sementes do amor de lá

Das montanhas e da floresta

Jamais eu vou esquecer
Dentro do meu coração
Esse mundo vai estar
E quando minha vida passar
Vou pedir ao nosso Deus
Pra me deixar lá morar...

Carvalho/2008 - Texto publicado em minha obra "Retratos Sentimentais da Vida na Caatinga"
Postado por Flor de bugari
0 comentários Links para esta postagem
sexta-feira, 19 de novembro de 2010
------------------------------

Tema: Sertão
No meu sertão os documentos
Que dão identificação
São as marcas dos ferimentos
Que um caboclo tem na mão.
*****
Abro a cancela da mente
Vem logo a recordação
De um vaqueiro no sol quente
Aboiando pelo sertão.

Poeta Manoel Cavalcante

visite:
http://vozespoeticasdacaatinga.blogspot.com/

Ministrando palestra em Mossoró, pude apreciar essa obra de Gilvavania e compartilho com vocês.















Cordel encerramento da Escola de Leitores

Hoje com muita alegria
Agora vamos falar
Encerramos nesse dia
Mas vamos continuar
Ensinando com ousadia
A leitura todos amar

Muita coisa aprendemos
Sempre com muita atenção
Com prazer recebemos
Toda essa informação
Nesse dia nós queremos
Deixar nossa gratidão

Vimos como uma história contar
Com entusiasmo e criatividade
Como um espaço arrumar
Tirando o que não tem utilidade
Um lugar agradável tornar
Formando leitores de verdade

Como um bom livro escolher
Incentivando a leitura
Ensinando como é bom ler
Mergulhando na aventura
Dando gosto e prazer
Formando leitores com fartura

Dando oportunidade a quem nunca ouviu
Dando asas e liberdade
A criança que abriu
Os horizontes e vontade
Pra o mundo da leitura partiu

Esse é apenas o começo
Nós não vamos parar
As professoras agradeço
De modo bem particular
Pelo compromisso e apreço
Que a nós vieram dar

Recebam nosso obrigado
Por tanta dedicação
Por todo zelo e cuidado
Dando a todas atenção
Por estarem ao nosso lado
Pra vocês nosso carinho e gratidão

(Gilvania Araújo


PS: Enquanto eu falava ela escrevia e quando terminamos as atividades da tarde que encerrou as ações do Projeto "Escola de Leitores" ano 2010, ela recitou para todos. É por isso que se diz " o poeta já nasce poeta"

visite estes sites:
http://www.escolasleitoras.org.br
http://www.lerparasabermais.com.br

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Recebi de Araceli e compartilho com vocês

Olá, caros/as amigos,
Contamos com a presença de vocês!
Podem divulgar também.
Abraço,

Araceli

www.pedradosertao.blogspot.com


Assunto: Convite - O auto da Compadecida e o sentido da morte
Curso de Ciências da Religião Apresenta:

O Auto da Compadecida e o sentido da morte
encenado pelos alunos da graduação em Ciências da Religião

Complexo Cultural de Natal
17 de dezembro de 2010
19 horas
Acesso livre

A Presidente da SPVA, escritora Geralda Efigênia convida...


Recebi da minha amiga Deth Haak e compartilho com vocês




segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Texto de Socorro Cavalcanti - Presidente de Honra da AFLAM


PRESIDENTE DE HONRA DA AFLAM, DILIGENCIOU INTERCÂMBIO LITERÁRIO

►Na primeira reunião dirigida por Argentina Austregésilo de Andrade, como Presidente da Academia Feminina de Letras do Ceará (AFELCE), esta demonstrou às claras, o seu potencial, como Presidente, para administrar a mencionada Instituição. Para o planejamento dessa reunião, a escritora Socorro Cavalcanti (membro da ALACE e Presidente de Honra da Academia Feminina de Letras e Artes Mossoroense - AFLAM), sugeriu e foi aceito a vinda de personalidades do Rio Grand do Nortre, para falar sobre o Projeto "DIFUSÃO DA LITERATURA FEMININA POTIGUAR e prestar informações sobre o MEMORIAL DA MULHER. Para a concretização dessa proposta foi realizado um evento, específico , no dia 11.09.209, que se destacou pela organização e presença de significativas autoridades vindas das cidades de Natal e Mossoró-RN. Sobre o Projeto DIFUSÃO DA LITERATURA FEMININA POTIGUAR, a sua idealizadora Flauzineide Moura, fazendo uso do projetor, historiou o projeto, expos os objetivos propostos e os obtidos, as metas alcançadas, as dificuldades e os sonhos a serem conquistados, as parcerias estabelecidas e a participação da comunidade, como fator prepoderante para o sucesso do Projeto. Outrossim, para o melhor entendimento do projeto, a palestrante exibiu 20 (vinte) banners contendo textos e poemas das escritoras e poetas do Rio gtande do Norte, sobre as fotos das respectivas autoras. Reconhecendo o valor da palestra para a AFELCE, que como Academia tem por objetivo divulgar a literaura feminina, a Presidente Argentina Andade outorgou à Flauzineide Moura o título de Mérito Cultural. Quanto as informações sobre o MEMORIAL DA MULHER, estas foram prestadas pela Presidente da Academia de Letras do Rio Grande do Norte, a professora e escritora Zelma Furtado. Não obstante o tempo reservado, Zelma Bezerra Furtado de Medeiros, com o poder da síntese, prestou as informações necessárias ao entendimento e a valorização desse instrumento de captação, conservação e transferencia de informações, atinentes às histórias de vida e produções de Mulheres que se notabilizaram pelos seus feitos. Esse relato tambem foi considerado importante por envolver pesquisas que demonstram fatos históricos, sociais, artísticos, culturais e, por incluir ações que visam revitalizar o passado e o presente de grandes Mulheres. Esse evento contou com um público seleto de Fortaleza e de outras cidades. Do Rio Grande do Norte, destamos: Maria Conceição Maciel Filgueira e Dulcinéa Aguiar Cavalcante, respectivas Presidente e acadêmica da AFLAM; Maria Erileide Oliveira Rocha, subcoordenadora do ensino médio da Secretaria de Educação e Cultura do Estado do Rio Grande do Norte; Francimar Moura e Lourdes Julião, voluntárias do Projeto DIFUSÃO DA LITERATURA FEMININA POTIGUAR.


Visite este site
http://www.aflammossoro.com.br/

O Projeto Difusão da Literatura Feminina Potiguar caminha pelo RN e agora visita outros estados. Relembrando alguns momentos.




Momentos com Academia Feminina de Letras do RN, Academia Feminina de Letras e Artes do Ceará e Academia Feminina de Letras e Artes de Mossoró/RN
http://www.aflammossoro.com.br












sábado, 4 de dezembro de 2010

Ceicinha está chegando e vem trazendo uma mala cheinha de cultura. Vamos compartilhar?


CONVITE DO 2º SARAU DO REENCONTRO!
Convite

A cearamirinense MARIA CONCEIÇÃO CÂMARA DA SILVA, mais conhecida por CEICINHA CÂMARA, atualmente radicada em Vila do Bispo/Região Algarve-PORTUGAL, promove juntamente com a SPVA-RN (Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte), o “2º SARAU DO REENCONTRO” e tem a honra de convidá-lo (a) para prestigiar este belo evento, que será realizado no dia 22 de Janeiro de 2010, a partir das 16 horas, em Idiana Recepções, rua Prisco Rocha. Nº 1070. Bairro Passa e Fica. Ceará-Mirim/RN.

O evento busca divulgar os artistas da terra, através de intercâmbio cultural entre CEARÁ-MIRIM e VILA DO BISPO, como também demonstrar a toda população, as grandes riquezas culturais e os grandes artistas que o nosso VERDE VALE possui.

Também contará com participações de várias personalidades ligadas à cultura.

ESTE EVENTO TERÁ MUITAS SURPRESAS! CONTAMOS COM SUA PRESENÇA!
Haverá serviço de bar disponível ao público.

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:
» Lúcia Helena Pereira - neta de Madalena Antunes Pereira.
» Poetas Membros da SPVA-RN.
» Pedro Simões Neto - Advogado e Escritor.
» Gibson Machado - Professor de Arte e Pesquisador.
» Silvino Potêncio - Poeta português, radicado em Natal/RN.
» Flauzineide Machado - Poeta e Escritora, Diretora de Eventos da SPVA-RN.
» Alice Brandão - Artista Plástica e Escritora (*)
» Rause Câmara – Mentor da CMTV – Televisão on-line de cearamirinense (*)
» Francisca Lopes – Professora e Poeta.

PARTICIPAÇÕES POÉTICAS:
» Cosme Lopes – Cordelista.
» Euds Martineri – Cordelista.
» Lillyan Siqueira.

PARTICIPAÇÕES ARTÍSTICAS:
» Múcio Vicente – Com literatura de Cordel.
» Crésio Tôrres – Com o monólogo “Canto da Boca da Mata”.
» Francisco Martins Neto – Com o lendário “Mané Beradeiro”.

EXPOSIÇÃO COLETIVA DOS ARTISTAS PLÁSTICOS:
» Ruy Lima; Santana; Vilela; Fábio di Ojuara; Walter luz; Euds Martineri; Idiana Rodrigues.

PARTICIPAÇÕES MUSICAIS:
» Família Câmara – Marcos; Railton; Maurício; Mocinha; Rayanne; Ana Priscila.
» Sâmia Rafaela;
» Eliel Silva;
» Giancarlos.

(*) Alice Brandão não estará presente pessoalmente e a CMTV estará participando ao vivo.

***************************

PALAVRAS DO ESCRITOR
FRANCISCO MARTINS NETO
(MANÉ BERADEIRO):

"Ceicinha Câmara que reside em Portugal, é uma poeta dividida geograficamente entre dois mundos e unida pela cultura. Vive divulgando tudo que chega ao seu conhecimento e acontece entre Brasil e Portugal. Sempre que retorna à sua pátria, gosta de unir os amigos numa confraternização, fez isto na última vez e fará agora, em 22 de Janeiro de 2011, quando realizará o II Sarau do Reencontro, em Ceará Mirim.
O evento promete congregar o quê há de melhor na poesia do RN, com versos livres, métricos e sonoros, cordéis,músicas, etc. Tudo, isto regado com alegria e muita amizade.
Compareça, afinal este é um sarau ímpar, que acontece apenas uma vez por ano!". (FRANCISCO MARTINS)

domingo, 28 de novembro de 2010

A festa do aniversario de Francisca Célia,patrona de um CEMEI- Z. Norte-Natal

A diretora do CEMEI, Danielle Queiróz fez as "honras da casa".











As crianças fizeram a festa e a Daluzinha encantou contando a história de vida da homenageada.





A Daluzinha amiga de infância da profesora Francisca Célia, (in- memoriam) que é patrona de um Centro de Educação Infantil- CEMEI, na Zona Norte, organizou e junto aos familiares de Célia, funcionários, alunos e demais convidados comemoraram com emoção e muita alegria o aniversario da saudosa e grande professora.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ

A felicidade de termos o Senhor como nosso pastor
Salmo de Davi

1-O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará.
2-Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente às águas tranquilas;
3-Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome,
4-Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte não temeria mal algum, porque tu estás comigo, a tua vara e o teu cajado me consolam;
5-Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda;
6-Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias de minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Em viagem à Caicó, na "Feira do Livro" conheci essa pérola.



A obra de Josefa tem o título: Pelos caminhos da vida.
Dados Biográficos da Autora
Nascida aos dezenove de janeiro de 1936 na zona rural de Caicó às margens do Rio Seridó. Meu pai Manoel Etelvino dos Santos ( in memória) e minha mãe Maria Minervina dos Santos.
O convívio no campo onde me criara ouvindo o trinar dos pássaros e, tomando banho com minhas primas no riacho das flechas ou, na correnteza do rio, fizeram-me uma garota sensível, inteligente- modéstia à parte – e voltada desde d cedo, paraa poesia e as letras em geral. Essa influência também se deve ao meu pai que era grande admirador da literatura de cordel. Lembro dele, por exemplo, recitando versos para nós, nas noites de luar, quando íamos todos nos sentar à calçada.
E quando descobri que meu pai guardava no sótão uma pequena arca de livretos de cordel, não o deixei mais sossegado enquanto ele não me dera permissão para lê-la. Coisa que fiz com avidez. Os principais que ainda lembro são: “O Segredo de Lindóia”, “Genoveva”, “Izabel - a morta virgem”, “Entre o amor e a espada”,etc.
Quando completei meus primeiros estudos, fui para Caicó onde me diplomei professora.
Mais tarde, ao voltar de Belo Horizonte – MG, onde fizera o curso do PABAEE, passei a ocupar o cargo de professora de Metodologia da Língua Pátria, no então Curso de Pedagogia em Caicó.
Participei no Rio de Janeiro, como bolsista do MEC, do curso para orientadora da 1 ª série do ensino básico pelo “Método da Abelhinha” com oito meses de estágio na Escola Guatemala na cidade do Rio de Janeiro, em 1968.
E em Natal – RN, participei do experimento do Projeto Saci em 1972.
Licenciada em Letras pela UFRN em 1979, passei a exercer definitivamente o cargo de professora da Língua Portuguesa no Ensino Médio, até aposentar-me.
Josefa Maria dos Santos Fernandes – A autora.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A professora Flauzineide com as crianças do Contemporâneo e Dalú vai junto.


A Daluzinha contando a história Viagem ao céu em um aviãozinho de papel.

A professora Flauzineide mediando a leitura do seu livro.