domingo, 21 de dezembro de 2014

Ninita Lucena - Poetisa potiguar

UM MENINO NOS NASCEU

Um menino renasceu nos corações
Porque é Natal e as comemorações
Trazem-nos à memória, uma gruta:
Um jovem casal travando uma luta
Por um lugar para seu filho nascer.
Portas fechadas, ninguém a atender.

Natal é luz, presentes entre alegrias,
Não foi assim diante daquela estrebaria,
Quando o Salvador do mundo ali nasceu
Entre animais, feno e frio, Filho de Deus.
O luxo do Natal não nos permite lembrar
A simplicidade e ineficiência daquele lugar.

Natal é nascimento cujo símbolo é Jesus,
Deus homem, cuja missão, morte de cruz,
Com objetivo de resgatar a humanidade
Dos seus pecados pelo amor e bondade.
Jesus nasceu, viveu, morreu e ressuscitou,
No céu, lugar preparou para quem o aceitou.

Jesus, único caminho, verdade e vida,
Sua nova mensagem de amor e guarida,
Foi, portanto, pregada a todos os homens.
Ele nos ordenou, irmos, em seu nome,
Para que todos saibam que o seu nascer
Como homem, sendo Deus, para perceber

A luz que resplandeceu nas trevas.
O espírito do Natal, a humanidade erra,
Perdeu a sua essência, pois, o papai Noel
Passou a ser o símbolo evidente do Natal,
Ovos de Páscoa, ceia com piru, e o cordeiro?
Ele foi símbolo e hoje não é mais pioneiro.

Natal é amor, amor que rompeu a sepultura,
Fez Jesus sair, ressuscitar, elevado às alturas,
Sendo glorificado pelo Pai, fez reconciliação
Entre o homem e Deus, nosso Senhor e irmão.
Quero assim desejar a todos um Feliz Natal,
Natal que preserve o sentido que lhe é primordial.

Ninita Lucena.

2 comentários:

Jania Souza disse...

Parabéns, Ninita, por tão belo poema. Querida Flauzineide, como vai? Espero que sua abençoada saúde esteja cada vez melhor. Saudades. Grande abraço em ambas. Jania Souza

Manoel José de Santana disse...


Obrigado amigo (a). Estou fazendo uma visita ao teu Blog. Meus parabéns pelos teus trabalhos e sucessos. Abraço de Manoel Limoeiro. Recife PE.
'

http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

Recife, 11 de maio de 2015.