sábado, 30 de agosto de 2014

Poesia - Eliene Dantas, poetisa potiguar



 
Nascida em São José do Seridó, RN, concluiu o curso de Geografia Licenciatura Plena no ano de 1999. Tem uma breve experiência como professora substituta e atualmente trabalha como design. Escreveu seu primeiro texto quando estava na quarta série do ensino primário. Os romances vieram mais tarde, já no ensino médio, quando começou a escrever para que sua imaginação tomasse uma forma mais palpável. Escreve também textos de músicas e fez parte da ACCAS( Associação de Cantores, Compositores e Artistas Semelhantes de São José do Seridó) onde fez parte da gravação de um Cd independente que contém seis composições de sua autoria. Integrou, durante cerca de dois anos, a grade de comunicadores da FM comunitária de sua Cidade, a Bonita FM e faz algumas apresentações musicais em eventos locais. A poesia vem em momentos fugidios, tímidos, não é algo que está sempre presente nem tem forma definida. algumas poesias mais novas:

POESIA

Se é triste, não é vazia
É Poesia
Se alegre
Desconfia
É Poesia
Quando canta
Melodia
É Poesia
Um enlace Sinastria
Só Poesia.

Eliene Dantas

Um comentário:

Eliene Dantas disse...

Obrigada Flau, você como sempre um amor.

Abraço