quinta-feira, 25 de março de 2010

Clevane Pessoa de Araújo Lopes e sua poesia-Poeta potiguar.


Apaixonada/mente
Clevane Pessoa de Araújo Lopes.

Abraso-me, ardo e afogo-me em fogo liquefeito...
Onde andarão incendiário?
Será que ele usou a chama do meu
Ou do seu imaginário?

Arfo, sou-me fora de mim fora de ti,
Tição inútil sem lenha...
Chamo-te para que teu coração venha,
achorte
acho-te,
a acender-me a pira
dedilhar-me a lira,
a buscar a agulha de pinheiro
que proteja
e não o espinho de roseira que fira...

Apaga-me!
Somente para depois reacender-me,
torna-me luminária,
estacionária
nessa paixão
perene...

31 de março de 2005
De Poesia Erótica, PPP(Projeto poesia no pano)

Um comentário:

Clevane pessoa de Araújo Lopes disse...

Flauzineide3:sempre é um contentamento sem tamanho estar em seu blog de divulgação cultural e saber que estou aqui na qualidade de "Poetisa Potiguar" ! Como é prazeroso ter as raízes entrelaçadas às de vocês!
Grande abraço, paz e luz!
Clevane Pessoa